facebook   twitter
 

A experiência da Dança Contemporânea
           

“A vida, o mundo e o homem manifestam-se por meio do movimento.
Dançar é mover-se com ritmo, melodia, e harmonia (...).
Todos somos, sem exceção, bailarinos da vida.”
PELLEGRINI

A Dança Contemporânea é uma forma de expressão corporal, com base em consciência e técnica postural, aflorando a espontaneidade e criatividade no individuo. Estabelece uma ligação tão intensa e indescritível do Ser com o interior de cada um que se propõe a dançar.

Estes são os princípios que consolidam a proposta de aula de Dança Contemporânea do Espaço Cultural MO LI HUA: o movimento do corpo no espaço sugestionado por um ritmo, uma música, um objeto.

Fundamentada em especial pela técnica de Klauss Vianna, juntamente com outras técnicas como Laban, Contato e Improvisação, Marta Graham, a proposta de trabalho do MO LI HUA é muito particular, pois ensina ao aluno como - a partir de estímulos – sentir e descobrir a existência do próprio corpo e de suas possibilidades expressivas de movimentos, partindo do interior e das sensações de cada um.

 
aulas de dança contemporânea

As aulas são baseadas no trabalho corporal: fundamentos de Bartenieff e técnica de Susan Klein. Foco em exercícios, frases de movimento e improvisações que integram conhecimento anatômico, ações corporais básicas e princípios de movimento interligados: respiração, intenção espacial, iniciação, sequenciamento e finalização do movimento, transferência de peso, rotações, motivação em esforços, suporte interno e alinhamento dinâmico. Estes princípios aplicados ao movimento corporal total levam o praticante a encontrar maior eficiência no movimento e maiores possibilidades funcionais e de expressão.

 

Para o aprendizado da Dança, o aluno necessita reconhecer cada musculatura, saber como ela trabalha e quais são as possibilidades de movimentos que se produz a partir deste conhecimento.

Nas aulas do MO LI HUA, com estímulos externos, os alunos criam sua dança honestamente, com uma técnica convincente a eles mesmos e saudáveis a seus corpos. Isso faz surgir um estilo pessoal que faz sentido para quem está dançando.

A técnica desenvolvida no MO LI HUA aborda também a relação do corpo com a importância do espaço físico: conhecendo as limitações da sala de aula ou do palco; percebendo o solo - pois este é o nosso apoio básico -, e sabendo usar os planos e as direções.

Assim, torna-se uma dança acessível a todas as idades e tipos físicos. O que muda é a abordagem dos temas em aula.

Afinal, como Klauss Vianna sempre afirmava: “Fazer apenas a forma, sem nada de interior não é dança, é ginástica.”

 

ESPAÇO CULTURAL MO LI HUA. “Não decore os passos, aprenda o caminho!”
Yasmine Zaitune



     
H _criação de sites
Copyright © MO LI HUA | Todos os direitos reservados